Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Conviver com as marcas nas redes sociais

O estudo “Redes Sociais em Portugal” da Netsonda, divulgado hoje pelo i, revela que as marcas estão longe de conseguirem activar de forma eficaz a sua comunicação nestes espaços. Apesar de 45% dos utilizadores portugueses já terem utilizado as redes sociais para escrever sobre marcas, a grande maioria não gosta ou considera irrelevantes os espaços publicitários nestas plataformas e apenas 15% seguem as suas marcas preferidas.

A meu ver, esta conclusão é condicionada pelo facto de actualmente a grande maioria das marcas, não terem uma estratégia diferenciadora para se posicionar nesta nova realidade.
A atitude revelada pelos utilizadores em relação à convivência com marcas nas redes sociais, revela que as marcas ainda não conseguiram absorver na sua identidade a humildade necessária a estarem no mesmo espaço e sobretudo com as mesmas “armas” dos seus clientes e potenciais clientes.
A mudança da situação actual, passa necessariamente pela individualização do contacto, pela capacidade de monitorização / reacção, interacção, proactividade e criação de valor na relação.
publicado por uriel oliveira às 18:06
link do post | comentar | favorito
partilhar
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Os marketeers e as redes sociais

 

 

São no mínimo surpreendentes as conclusões do estudo “The Social Media”, conduzido no Reino Unido pela McCann-Erickson Bristol que revelou que 65.6% dos marketeers admitem que não sabem como utilizar as redes sociais para fins de marketing.

 
Cada vez mais acredito que a janela de oportunidade que as redes sociais abrem, ao nível de comunicação empresarial, será mais facilmente maximizada por comunicadores/relações públicas do que propriamente por marketeers, que ainda não conseguiram desprender-se da lógica do GRP.
 

http://www.mccannbristol.co.uk/news/?m=200905
 

publicado por uriel oliveira às 18:56
link do post | comentar | favorito
partilhar
Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2009

Comunicar na rede

 

Apesar do nosso país não ser particularmente fértil, no que diz respeito à implementação de estratégias e ferramentas de comunicação inovadoras, o nosso consumidor revela ser dos mais evoluídos da Europa. No que diz respeito a redes sociais, Portugal é o terceiro país europeu com mais adesão. Perante esta tendência, que se acentua particularmente nas novas gerações, cada vez mais a criatividade em comunicação passa obrigatoriamente pela rede.

Para comunicar com a rede é preciso estar na rede, e esse parece-me o primeiro desafio de todos, o que é estar na rede quando falamos de uma marca?
publicado por uriel oliveira às 18:18
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
partilhar

.uriel oliveira


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.posts recentes

. Conviver com as marcas na...

. Os marketeers e as redes ...

. Comunicar na rede

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.feeds