Sábado, 31 de Janeiro de 2009

O futebol, a crise e o SLB

O futebol é a palavra do ano 2008 na imprensa, segundo estudo divulgado pela Cision.
Num país com 10 milhões de habitantes que tem três jornais diários desportivos, na verdade não me surpreende este resultado, surpreendeu-me sim, quando fizemos o mesmo exercício utilizando apenas como universo a imprensa nacional generalista, e verificámos que este ranking contínua a ser liderado por esta palavra.
Atendendo que o segundo lugar neste estudo é ocupado pela palavra “crise”, este resultado, apesar de mostrar bem o que mexe com a agenda da imprensa em Portugal, até me parece positivo, afinal antes de falar de bola do que de crise!
Positivo também me parece que o SLB apesar de não ganhar campeonatos e de não jogar nada, continua a merecer o primeiro lugar na agenda dos media.
Estranho é que apesar da “publicidade gratuita” e da atenção com que é seguido pelos media e consequentemente pelas pessoas, a grande maioria dos estádios portugueses, continuam às moscas. Será caso para dizer ”eles falam, falam…”
publicado por uriel oliveira às 13:33
link | comentar | favorito
partilhar
Terça-feira, 13 de Janeiro de 2009

A marca Ronaldo

 

Cristiano Ronaldo é o herdeiro mais natural de David Beckham em termos de importância publicitária no Reino Unido não fosse o facto de ser estrangeiro e o "mau da fita" para a maioria dos britânicos, afirmam especialistas em marketing desportivo.
In Record 13.01.09 http://www.record.pt/noticia.asp?id=819155&idCanal=292
 

 

Parece-me normal  que a marca Ronaldo não tenha o mesmo valor em Inglaterra do que tem em Portugal, ou mesmo no resto da Europa, e só me parece aceitável comparar o valor iconográfico em Inglaterra do Ronaldo com o do David Beckham, como exercício meramente académico.
Vistas bem as coisas, se por um lado o Beckham nunca foi considerado o melhor do mundo, por outro, o Ronaldo nunca jogou pela selecção inglesa, porquê comparar?
Só faz sentido porque a comunicação social inglesa continua a criar e influenciar as tendências europeias e mundiais e conseguiu fazer do David Beckham uma verdadeira “Barbie” do futebol mundial. No que diz respeito ao Ronaldo, a comunicação social inglesa não tem qualquer interesse, nem motivação, para o fazer, na medida em que na hora de representar um país, é com a camisola de Portugal que ele joga.
 
Os valores relacionados com a nacionalidade são os intangíveis mais fortes que uma marca pode comunicar, na medida em que são os que mais facilmente fazem desencadear emoções nos mais variados públicos, pelo que é no mercado nacional que o valor mediático do Ronaldo atinge o seu ponto mais elevado.
No entanto, uma possível transferência para o Real Madrid poderá fazer disparar o seu valor publicitário no mercado espanhol e para além das fronteiras do velho continente, também os mercados da Ásia e da China, cujo futebol começa a mover paixões poderão colocar a marca Ronaldo acima de qualquer concorrente.
publicado por uriel oliveira às 18:25
link | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Super Bock fecha ano publicitário

  

Depois de um ano marcado pela associação a grandes oportunidades de comunicação, algumas delas sacrificadas pela Sagres, em virtude do patrocínio milionário que fez à Liga de Clubes, a Super Bock fecha o ano em beleza, brindando na televisão com milhões ao novo ano.

Parece-me coerente a estratégia assumida pela Super Bock, igual a si própria e fazendo prevalecer os valores que a colocam no centro da festa e parece-me uma loucura a estratégia da Sagres ao condicionar toda a sua comunicação a um activo que apesar de representar o futebol em Portugal, não incorpora o que o futebol tem de melhor: paixão.
Bom ano novo! :)

 

publicado por uriel oliveira às 13:38
link | comentar | favorito
partilhar
Quarta-feira, 24 de Dezembro de 2008

BES prepara saída do futebol

O banco que investiu nos últimos cinco anos mais de 15 milhões de euros no futebol, que conseguiu resultados importantíssimos ao multiplicar o seu retorno várias vezes e sobretudo ao revitalizar a sua marca, propôs aos clubes um corte no orçamento.

A mim parece-me claramente uma má estratégia. Tudo o que conseguiu no futebol nos últimos anos, ao sair, facilmente será capitalizado para outra marca, que se for um banco, lhe vai trazer sérios prejuízos de imagem. Acredito que o Millennium bcp, apesar da crise, e apesar do momento conturbado que vive, esteja a “esfregar as mãos”, e que as recentes aproximações que tem vindo a fazer ao futebol não tenham sido por acaso.
É difícil alavancar hoje em dia um patrocínio no futebol, a concorrência é muita e a multiplicação de suportes e oportunidades aumenta essa dificuldade. O BES tinha conseguido uma estratégia de sucesso no futebol que agora deixa em aberto para ser continuada por quem vier a seguir.
O patrocínio não pode ser visto como um gasto, que se acciona em tempos de “vacas gordas” e se dispensa em tempos de “vacas magras”. Os efeitos de uma decisão desta natureza medem-se na relação da marca com o consumidor e consequentemente nas vendas.
Parece-me certa a decisão dos três principais clubes portugueses, que não deixaram desbaratar o seu principal activo e não cederam às pressões da crise que se anuncia. O futebol é o maior activo de patrocínio em Portugal, pelo que deve ser preservado e fundamentalmente gerido profissionalmente. Acredito que não faltem ofertas para estar presente nas suas camisolas, sem dúvida os melhores suportes de patrocínio do futebol português.
 
 
publicado por uriel oliveira às 11:34
link | comentar | favorito
partilhar

.uriel oliveira


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.posts recentes

. A paixão pelo futebol

. As conferências de impren...

. O fato do Carlos Queiroz

. Humor verde

. O futebol, a crise e o SL...

. A marca Ronaldo

. Super Bock fecha ano publ...

. BES prepara saída do fute...

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.feeds