Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Para além da marca BPN

 
É incrível como é que a continuidade da marca BPN pode ter sido equacionada pelo actual presidente do banco, Francisco Bandeira, chegando mesmo a avançar com o slogan: “CGD e BPN, duas marcas, igual segurança”
Depois de tudo o que aconteceu quem vai voltar a confiar na marca BPN, ainda que sob a tutela da CGD? Para quê contaminar a marca CGD, que está bem de saúde, com o cancro da marca BPN?
Recentemente em entrevista ao Jornal de Negócios, Francisco Bandeira acabou por reconhecer que a marca está «gasta» e «não está pujante».
A mim pessoalmente faz me lembrar tudo o que me preocupa num banco: corrupção, falta de controlo e falta de confiança.
tags: ,
publicado por uriel oliveira às 15:04
link do post | comentar | favorito
partilhar

.uriel oliveira


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.posts recentes

. ainda o Euro 2012

. Contradição olímpica

. Madonna - Só se for em sa...

. Briosa: Uma marca com gra...

. O Pingo Doce está outra v...

. Um mundo melhor

. O campo na Avenida

. A crise portuguesa nos me...

. Afinal o golf continua a ...

. O poder da sugestão

. Champanhe Mumm com sabor ...

. Comunicar em roupa interi...

. Alerta de crise na Ensite...

. Os ratos da política

. O dia em que um sorriso p...

. O caçador _____ o urso

. O meu iPad

. Alegria

. A máquina dos U2

. Mais leitores por menos d...

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.feeds