Domingo, 27 de Setembro de 2009

Mafaldinha: um bebé 2.0

 

No passado dia 25 nasceu a minha quarta filha, a Mafaldinha. Apesar de estar um pouco destreinado neste assunto, afinal a Marta, a Margarida e a Rita (que vai votar hoje pela primeira vez) já nasceram no século passado, esta coisa dos bebés está praticamente tudo na mesma, afinal nascem da mesma maneira, no mesmo local, choram, riem e encantam-nos exactamente como antes.
Apenas um aspecto mudou: a comunicação da boa nova aos amigos. Enquanto que há 18 anos, a mensagem era partilhada de um para um, hoje ela é partilhada de um para muitos e de muitos para muitos, uma diferença na comunicação interpessoal que fez que a mensagem demorasse anos a chegar a todos no primeiro caso e de apenas alguns minutos no segundo.
Na minha opinião, a mais importante ruptura da história da actualidade, é mesmo a rapidez com que a informação circula entre as pessoas, nas redes sociais, na web 2.0, nas comunidades virtuais. É como se sempre tivéssemos andado de triciclo e de um dia para o outro passássemos a andar de avião a jacto.
publicado por uriel oliveira às 14:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
partilhar
Terça-feira, 22 de Setembro de 2009

Lixo informativo do melhor

 

 

Há notícias que pura e simplesmente não são notícias! Não têm acontecimento, novidade, interesse, relevância, história ou indícios de história, pelo que só podem ser fruto de um devaneio qualquer de alguém que naquele dia não acordou bem.

Se assumirmos este pressuposto como um facto, conseguimos tolerar muita coisa à comunicação social.

Porém, não consigo entender que existam rubricas diárias de notícias que não são notícias, porque aqui sim já se manifesta um vazio intelectual grave, totalmente assumido e planeado.
O Telejornal da RTP tem uma rubrica diária no âmbito da campanha eleitoral denominada “Pegada Ecológica”, que pretende quantificar as emissões de CO2 provocadas por cada uma das caravanas políticas candidatas à Assembleia da República.
Aqui fica um comentário em três palavras: Autêntico lixo informativo!

 

tags:
publicado por uriel oliveira às 14:13
link do post | comentar | favorito
partilhar
Quinta-feira, 17 de Setembro de 2009

Quem é o patrocinador do Real Madrid?

O Real Madrid jogou contra o Zurich sem qualquer patrocínio na camisola. Esta decisão foi tomada pelo clube e pela Bwin, uma vez que as leis na Suiça impedem a publicidade a apostas.
Perante esta limitação, imposta pela legislação suiça, o patrocinador tem que se adaptar, marcar a sua posição e ser criativo. Em nenhum momento o seu espaço na camisola pode ficar em branco. O espaço da Bwin deveria ter sido preenchido com algum elemento que fizesse a sua ligação com o clube.
O Real aparecer em campo sem qualquer patrocinador na camisola, passa instantaneamente a ideia que o patrocinador abandonou o clube, quando a mensagem a passar teria que ser tão simples como, “Não está aqui escrita a nossa marca, mas nós estamos sempre aqui!”.
Penso que qualquer bom criativo encontraria soluções para transmitir esta ideia.
publicado por uriel oliveira às 15:48
link do post | comentar | favorito
partilhar
Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

RP optimistas com o futuro

Segundo o último estudo European Communication Monitor 2009 (aqui), cerca de 83% dos profissionais de relações públicas das principais agências de comunicação europeias, estão optimistas em relação ao próximo ano.

 

Este optimismo, mostra bem como as RP passaram ao lado da crise e é o reflexo da importância crescente que têm vindo a desempenhar nas empresas e organizações de hoje.

Apesar da crise, os budgets de RP não foram práticamente afectados, em oposição aos budjects de publicidade, o que posiciona a consultadoria em comunicação como um suporte fundamental à gestão moderna.

 

Este estudo que integra a opinião de 1850 profissionais de 34 países europeus, foi organizado pela European Public Relations Education and Research Association (EUPRERA), tendo como parceiros a European Association of Communication Directors (EACD), a revista Communication Director e a Cision.

 

publicado por uriel oliveira às 10:28
link do post | comentar | favorito
partilhar

.uriel oliveira


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.posts recentes

. ainda o Euro 2012

. Contradição olímpica

. Madonna - Só se for em sa...

. Briosa: Uma marca com gra...

. O Pingo Doce está outra v...

. Um mundo melhor

. O campo na Avenida

. A crise portuguesa nos me...

. Afinal o golf continua a ...

. O poder da sugestão

. Champanhe Mumm com sabor ...

. Comunicar em roupa interi...

. Alerta de crise na Ensite...

. Os ratos da política

. O dia em que um sorriso p...

. O caçador _____ o urso

. O meu iPad

. Alegria

. A máquina dos U2

. Mais leitores por menos d...

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.feeds