Domingo, 4 de Janeiro de 2009

de mim consumidor, para ti consumidor

  

 

Talvez por sentirmos  que os media tradicionais se vão cada vez mais transformando em intermediários manipuláveis entre as marcas e os consumidores, uma nova geração de media, vai alterando por completo a lógica da comunicação empresarial.

Esta nova geração de media, vulgarmente denominada “social media” e que se expressa através de blogs, fóruns de opinião, redes sociais, etc, tem como característica comum o facto dos emissores e os receptores serem os próprios consumidores.
Os social media vão arrasando completamente com os conceitos da comunicação linear orientada a target groups, que suportaram as melhores estratégias de comunicação desenvolvidas nas últimas décadas, para recriarem o processo, colocarem o consumidor no centro, acrescentado ao conceito tradicional de comunicação, a interacção.
 
Os que ainda questionam a eficácia dos social media como veículos de influência em rede, respondam a esta pergunta: acreditam mais numa revista de viagens a dizer que o hotel X é espectacular ou num blog de um qualquer indivíduo a dizer que passou férias nesse mesmo hotel e que afirmou que a limpeza deixava muito a desejar?
Eu adoro viajar, tenho acesso privilegiado a todas as publicações sobre viagens e destinos, mas antes de decidir sobre um destino ou hotel, dou por mim a consultar tudo o que é fóruns, blogs e chats.
 
Como planear estratégias de comunicação perante este novo paradigma, é sem dúvida um dos grandes desafios que se coloca aos estrategas da comunicação empresarial, e que me proponho a discutir aqui.
Como inspiração deixo aqui os fundamentos da rede social criada por Barack Obama, que rompe com um ciclo, onde as campanhas presidenciais eram financiadas exclusivamente pelos grandes industriais e empresários, para uma nova abordagem, sustentada na relação directa com cada um dos seus eleitores, que ao mesmo tempo financiaram a sua campanha.
publicado por uriel oliveira às 17:18
link do post | favorito
partilhar
De António Valle a 5 de Janeiro de 2009 às 18:04
Perante este novo paradigma acho que há um valor que tem que estar em primeiro ao planear uma estratégia de comunicação : ENVOLVIMENTO.
Se não conseguires que o teu público alvo se envolva, nunca vais conseguir que participem nestes social media.

Abraço :)
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

.uriel oliveira


. ver perfil

. seguir perfil

. 10 seguidores

.pesquisar

.posts recentes

. ainda o Euro 2012

. Contradição olímpica

. Madonna - Só se for em sa...

. Briosa: Uma marca com gra...

. O Pingo Doce está outra v...

. Um mundo melhor

. O campo na Avenida

. A crise portuguesa nos me...

. Afinal o golf continua a ...

. O poder da sugestão

. Champanhe Mumm com sabor ...

. Comunicar em roupa interi...

. Alerta de crise na Ensite...

. Os ratos da política

. O dia em que um sorriso p...

. O caçador _____ o urso

. O meu iPad

. Alegria

. A máquina dos U2

. Mais leitores por menos d...

.arquivos

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.feeds